Roleta de Ingredientes - T2E2 – OVO

O Ovo foi um vilão durante muito tempo, hoje é considerado o melhor amigo de quem pratica uma alimentação saudável!

Ovo

Constituição

O ovo é constituído por:
Clara - Principalmente constituída por água e proteína.
Gema - Contém gordura, proteína, minerais e vitaminas (contém praticamente todas as vitaminas, exceto a vitamina C). É na gema que se concentram a maioria dos nutrientes.
Casca – É a parte dura que protege os nutrientes. Rica em carbonato de cálcio.
 

Benefícios

Como são ricos em luteína e zeaxantina, dois carotenoides que protegem a saúde dos olhos, ajudam na prevenção de degeneração macular relacionada com a idade e outras patologias a nível da visão.
De acordo com alguns especialistas, o ovo contém colina, um nutriente que tem um papel essencial na saúde do cérebro.
A gema de ovo contém lecitinas que interferem na absorção do colesterol, evitando um aumento do mesmo.
É um alimento rico em nutrientes, como selénio, zinco, fósforo, potássio, vitamina A, vitamina E e vitamina D, que tem um papel importante no reforço do nosso sistema imunitário.
Contém todos os aminoácidos essenciais, como tal favorece a construção, reparação e crescimento de massa muscular.
Os ovos são uma fonte de triptofano um percursor de serotonina (hormona responsável pela sensação de prazer e bem-estar).
 

Como saber se um ovo está fresco?

A gema e a clara tem que estar consistentes e casca intacta sem rachaduras.
 
Podemos fazer um teste caseiro para nos certificarmos se ele está fresco:
Coloque um ovo num copo com água... se o ovo permanecer no fundo do recipiente, significa que está fresco, se permanecer no cimo da água, não está fresco e o ideal é descartá-lo.
 

Como decifrar os códigos dos ovos?

Para serem vendidos, os ovos devem ter um código impresso na embalagem e na própria casca que informa aos consumidores o modo de criação das galinhas, do país de origem do produto e do número de identificação da exploração.
O primeiro dígito inscrito revela o modo de criação das galinhas, depois há duas letras que identificam o país de origem (por exemplo, PT= Portugal). Os últimos dígitos referem-se ao número de identificação da exploração.
Vamos nos concentrar no modo de criação:

 

0 - Produção biológica: 80% do seu alimento deve ser de origem biológica. O produtor deve assegurar que cada ave tem, pelo menos 4m2 de espaço ao ar livre! No interior, cada pavilhão pode conter no máximo três mil animais e não pode ter mais de seis galinhas por metro quadrado.

 

1 - Galinhas criadas ao ar livre: neste caso, os pavilhões são idênticos aos das galinhas criadas no solo, mas as aves devem ter acesso contínuo a espaços ao ar livre durante o dia.

 

2 - Galinhas criadas no solo: as galinhas vivem em pavilhões fechados, onde se podem mover mais ou menos livremente. O chão é constituído por grelhas para onde vão os excrementos. Os pavilhões dispõem de ninhos e poleiros. 

 

3 - Galinhas criadas em gaiola: São os ovos mais comuns. As galinhas estão confinadas a espaços muito restritos, tudo está mais ou menos automatizado e não se tem em conta o bem-estar dos animais.

 

Faça a sua melhor escolha... a Maria Amêndoa escolhe sempre o número 0!

Outra curiosidade

A cor da casca e da gema não refletem o valor nutricional do ovo.
A cor da casca está relacionada com a raça da galinha.

 

Caso tenham dúvidas, comentem aqui em baixo. 
Espero que tenham gostado.
Obrigada!

Participa com o teu comentário

Todos os comentários terão de ser aprovados antes de serem publicados